Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Independente perde mais uma

Fim de jogo no Benitão:
Velo Clube 1 x 0 Independente
Gol - Judson aos 29 do 1º tempo (V)
Quarta vitória seguida do líder Velo, todas por 1 a 0.
Galo está em penúltimo lugar, com 1 ponto (um empate e três derrotas)
Próximo jogo - sábado, 19h - Independente x Batatais

Inter empata no fim

Fim de jogo no Pradão:
Série A3 do Paulista:
Guaratinguetá 1 x 1 Inter
Gols - Anderson aos 31 do 1T (G) e Giba aos 34 do 2T (IN)
Público - 238 pagantes
Renda - R$ 3.210,00
Próximo jogo - domingo, 10h - Flamengo X Inter

Obrigado Fernando Alvim


Mais um ex-jogador da Winner/Limeira comprou o livro que escrevi sobre a história da equipe. O grande ala Fernando Alvim, quinto maior cestinha da Winner com 2.823 pontos em 226 jogos. Obrigado amigo e fico feliz que tenha gostado.

O livro da Winner custa R$ 50 e pode ser encontrado em:

Esportes Avenida - Rua Dr Trajano, 921, (centro)

Pizzaria Don Francesco - Boa Morte, 1076 (centro)

Gazeta de Limeira - Senador Vergueiro 319 (centro)
Zalon Info - Mercado Modelo


Beethoven Lanches - Avenida Rio Claro, 328


Farmácia Vila Cláudia - Rua Bahia, 784, Vila Cláudia


Goods Lanches - Rua Prefeito Dr Alberto Ferreira, 115 (centro)


Eletrônica Central - rotatória do TG



Auto Posto Santa Lúcia - rotatória do Sesi


Mc Tecnologia - Rua Conselheiro Saraiva 781


Encomendas em todas partes do Brasil pelo: livrowinner@gmail.com

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Desde 2005, Inter não perdia as duas partidas iniciais no Limeirão

Dois jogos no Limeirão e duas derrotas. Um time que pensa em retornar à Série A-2 do Campeonato Paulista não pode deixar escapar seis pontos em casa. Depois de perder na estreia para o São José por 1 a 0, o Leão voltou a ser derrotado no Major Levy, desta vez para o Atibaia, no sábado de Carnaval, por 2 a 1.

Fazia 11 anos que a Inter não perdia seus dois primeiros jogos do Paulista em casa. Em 2005, exatamente na última vez que o Leão disputou a divisão de elite, o time comandado na época por Alexandre Gama perdeu para o Palmeiras por 5 a 3 e depois para o Mogi Mirim por 3 a 2, em casa. Naquele ano, o alvinegro foi rebaixado para A-2.

Jorge Parraga, que é o 100º treinador da história da Internacional desde 1975 - ano do retorno da equipe ao profissionalismo -, tornou-se também o 10º técnico que perdeu seus dois primeiros jogos como mandante.

Ele se junta a Dicão, Galdino Machado, Valdemar Carabina, Zé Maria, Estevam Soares, Roberval Davino, Nelsinho, Alexandre Gama e Gil Ribeiro.

O último técnico com duas derrotas iniciais seguidas em casa foi Gil Ribeiro, que comandou a Inter na Copa Paulista de 2011. Com o time profissional excursionando na Espanha, o auxiliar de Lelo usou um time Sub-20 e perdeu para União Barbarense (1 x 0) e São Bento (3 x 2).

Reabilitação

A Inter volta a campo amanhã, às 19h, diante do Guaratinguetá, no Pradão, jogo que terá a transmissão da Rádio Educadora 1020 AM, com Edmar Ferreira, Carlos Gomide e Tatinha Casagrande. O adversário leonino está mandando suas partidas no estádio do Independente.

O Guaratinguetá estreou com derrota para o São Carlos por 4 a 0, fora de casa. Depois, empatou por 1 a 1 com o Flamengo de Guarulhos, no Pradão. Já no sábado, derrotou a Matonense, em Matão, por 2 a 1.

O Guará ocupa a 11ª colocação, com 4 pontos, um ponto a mais do que o alvinegro, que está em 13º lugar.

Sem ter o Independente como adversário, a Inter jogou pela última vez no Pradão há nove anos. Em 12/08/2007, pela Copa Energil C, o Leão empatou com o SEV/Hortolândia por 1 a 1. O gol leonino foi marcado pelo centroavante Paulinho.

Técnicos com duas derrotas iniciais no Limeirão:
 
Dicão:
05/05/1984 - Inter 1 x 3 Guarani
26/05/1984 - Inter 0 x 1 XV Piracicaba

Galdino Machado
09/03/1985 - Inter 0 x 3 Tanabi
08/05/1985 - Inter 0 x 1 Santos

Valdemar Carabina
14/10/1990 - Inter 0 x 1 Cruzeiro
17/10/1990 - Inter 1 x 2 Inter/RS

Zé Maria
03/05/1992 - Inter 0 x 2 Mogi Mirim
17/05/1992 - Inter 0 x 2 XV Piracicaba

Estevan Soares
25/02/1996 - Inter 1 x 2 XV Piracicaba
03/03/1996 - Inter 2 x 3 Ituano

Roberval Davino
13/02/2000 - Inter 0 x 2 Ponte Preta
20/02/2000 - Inter 1 x 2 Matonense

Nelsinho
05/08/2004 - Inter 0 x 1 Ponte Preta
08/08/2004 - Inter 0 x 1 XV de Jaú

Alexandre Gama
19/01/2005 - Inter 3 x 5 Palmeiras
30/01/2005 - Inter 2 x 3 Mogi Mirim

Gil Ribeiro
30/07/2011 - Inter 0 x 1 União Barbarense
10/08/2011 - Inter 2 x 3 São Bento

Jorge Parraga
31/01/2016 - Inter 0 x 1 São José
06/02/2016 - Inter 1 x 2 Atibaia

Nenhum técnico com a campanha de Jamelli foi demitido no Independente

Nas redes sociais, a maioria dos torcedores do Independente pede a saída imediata do técnico Paulo Jamelli. Os motivos apontados são os resultados iniciais na Série A-2 e principalmente, a falta de experiência do treinador. Mas segundo informações, ele continua tendo o total apoio da Arte da Bola, que decidiu mantê-lo no cargo.

Jamelli é o 68º treinador da história do Independente. Curiosamente, seis deles tiveram exatamente a mesma campanha inicial do atual técnico e foram mantidos para a quarta rodada.

Oscar Amaro, Walter Zaparolli, Ademir Chiarotti, Airton Lira, Candinho Farias e Alexadre Winck empataram uma e perderam duas nas três partidas iniciais. Destes, apenas Amaro perdeu na quarta partida, curiosamente para o Velo Clube, em Rio Claro, por 4 a 1. Vale lembrar que Velo e Independente se enfrentam amanhã, às 20h, no Benitão.

Zaparolli, Chiarotti e Airton Lira conseguiram a reabilitação na quarta partida e ganharam sobrevida. Já Farias e Winck apenas empataram, mas também seguiram no cargo. Porém, nenhum desses técnicos sofreu 10 gols nesses três jogos iniciais. Jamelli é o primeiro.

Apenas três treinadores perderam os três jogos iniciais na história do clube: José Roberto Fernandes em 1995, Roberto Cruz em 1997 e Marcos Bruno em 2006. Outros três treinadores venceram os três jogos iniciais no Galo: Badê, Valeriano de Almeida e Edson Oliveira.

Campanhas idênticas a Jamelli:

Oscar Amaro

17/03/1983 - Primavera 3 x 0 Independente
27/03/1983 - Independente 1 x 2 Amparo
30/03/1983 - Independente 1 x 1 Ginásio Pinhalense
*03/04/1983 - Velo Clube 4 x 1 Independente

Walter Zaparolli
06/04/1986 - Palmeiras SJBV 2 x 0 Independente
13/04/1986 - Independente 1 x 1 Rádium
20/04/1986 - Lemense 2 x 1 Independente
*04/05/1986 - Independente 2 x 0 Rio Claro

Ademir Chiarotti
15/05/1994 - União Barbarense 1 x 0 Independente
18/05/1994 - São Bento 2 x 1 Independente
22/05/1994 - Independente 1 x 1 Central Brasileira
*25/05/1994 - Independente 1 x 0 Portuguesa Santista

Airton Lira
20/01/2002 - Noroeste 3 x 3 Independente
23/01/2002 - Independente 1 x 2 Oeste
27/01/2002 - XV de Jaú 2 x 1 Independente
*02/02/2002 - Independente 2 x 1 XV de Piracicaba

Candinho Farias
12/03/2008 - Votoraty 1 x 0 Independente
16/03/2008 - Linense 4 x 2 Independente
22/03/2008 - Independente 1 x 1 Itapirense
*26/03/2008 - Santacruzense 1 x 1 Independente

Alexandre Winck
19/04/2009 - Paulínia 3 x 2 Independente
24/04/2009 - Independente 0 x 0 Lemense
03/05/2009 - Guaçuano 2 x 1 Independente
*08/05/2009 - Independente 0 x 0 Rádium

* Nova chance do treinador

Independente venceu o Velo Clube no ano passado em Rio Claro


Com um gol do lateral Andrezinho nos acréscimos, o Independente derrotou o Velo Clube por 1 a 0, no Benitão, em 11/04/2015, pela Série A-2. Na sequência, o Galo precisava de três pontos em três jogos para subir para a elite do futebol paulista, porém conseguiu apenas dois, frustrando seu torcedor.

Velo Clube e Independente já se enfrentaram 19 vezes na história. O Independente conseguiu seis vitórias e dois empates. Foram 11 vitórias do time da casa. Nesses confrontos, o alvinegro marcou 17 gols e sofreu 34, isso porque, o Velo aplicou três goleadas diante de sua torcida: 5 x 1 (1975), 4 x 1 (1983) e 4 x 0 (1984).

Os dois rivais voltam a se enfrentar amanhã, às 20h, em Rio Claro, pela quarta rodada da Série A-2. Será o duelo dos apostos. Enquanto o time da casa lidera a competição com 9 pontos (100% de aproveitamento), o Independente ocupa a penúltima colocação, com apenas um ponto ganho, na zona do rebaixamento.

O Velo estreou em casa, batendo o União Barbarense por 1 a 0. Em seguida, venceu seus dois jogos fora de casa, ambos por 1 a 0, diante de Mirassol e Juventus. Apenas o Santo André conseguiu o mesmo feito até aqui.

Espera-se um público superior a cinco mil torcedores. Ouça o jogo pelos 1020 AM da Rádio Educadora, com Léo Mendes, Denis Suidedos e João Vitor Fedato.

Vitórias do Galo no Benitão:

11/06/1980 - Velo Clube 0 x 1 Independente
01/09/1982 - Velo Clube 1 x 2 Independente
22/09/1985 - Velo Clube 1 x 2 Independente
26/10/1988 - Velo Clube 0 x 1 Independente
06/07/1997 - Velo Clube 1 x 2 Independente
11/04/2015 - Velo Clube 0 x 1 Independente

Todos os confrontos no Benitão:

11/06/1980 - Velo Clube 0 x 1 Independente
11/03/1981 - Velo Clube 3 x 0 Independente
09/06/1982 - Velo Clube 1 x 0 Independente
01/09/1982 - Velo Clube 1 x 2 Independente
03/04/1983 - Velo Clube 4 x 1 Independente
03/06/1984 - Velo Clube 4 x 0 Independente
22/09/1985 - Velo Clube 1 x 2 Independente
05/10/1986 - Velo Clube 2 x 1 Independente
17/05/1987 - Velo Clube 0 x 0 Independente
24/04/1988 - Velo Clube 1 x 0 Independente
26/10/1988 - Velo Clube 0 x 1 Independente
06/07/1997 - Velo Clube 1 x 2 Independente
03/10/1998 - Velo Clube 3 x 2 Independente
23/05/1999 - Velo Clube 2 x 2 Independente
12/07/2009 - Velo Clube 2 x 1 Independente
16/05/2010 - Velo Clube 2 x 0 Independente
11/04/2015 - Velo Clube 0 x 1 Independente

Pela 1ª vez, Independente sofre 10 gols em três jogos iniciais no Paulista


O Independente continua colecionando marcas negativas neste início desastroso de Série A-2. Em três jogos, o Galo foi goleado em Taubaté ( 5 x 1) e em Santa Bárbara d'Oeste (4 x 2), além de um empate por 1 a 1 com o Monte Azul.

Essa campanha coloca o alvinegro na penúltima posição, com um ponto, a frente apenas do Rio Branco, que perdeu seus três jogos. E olha que este ano seis times serão rebaixados para A-3.

A defesa continua sendo o ponto vulnerável do Independente neste início de competição. Com André Pastor e Murilo na zaga foram seis gols sofridos. Já no sábado, com Murilo e Denner, foram mais quatro gols.

Este é o 45º Campeonato Paulista que o Independente disputa em sua história, o segundo na A-2. Pela primeira vez, o alvinegro limeirense sofreu 10 gols nos três jogos iniciais. Até então esse recorde pertencia aos times de 1993 e 2007, com oito gols.

Em 1993, pela Divisão Intermediária, o Galo foi goleado em Sertãozinho (4 x 0) e em Jales (4 x 0) e empatou sem gols com o Tanabi, no Pradão.

Já em 2007, pela Série A-3, o Galo perdeu em Franca por 1 a 0, na estreia, foi derrotado pelo São Carlos, no Pradão, por 1 a 0 e foi goleado em Piracicaba pelo XV por 6 a 0. Ou seja, oito gols em três jogos, média de 2,66. Este ano a média subiu para 3,33.

Sem contar o Campeonato Paulista, o Independente sofreu 11 gols em 3 jogos iniciais na Copa Paulista de 2006. Com Marcos Bruno no comando, o Galo perdeu em Itararé por 2 a 0, foi goleado pelo União São João, no Pradão, por 5 a 2 e tomou 4 a 2 do Mogi Mirim, fora de casa.

Piores marcas do Galo:

10 gols em 3 jogos
30/01/2016 - Taubaté 5 x 1 Independente
03/02/2016 - Independente 1 x 1 Monte Azul
06/02/2016 - União Barbarense 4 x 2 Independente

8 gols em 3 jogos
14/03/1993 - Sertãozinho 4 x 0 Independente
21/03/1993 - Independente 0 x 0 Tanabi
28/03/1993 - Jalesense 4 x 1 Independente

8 gols em 3 jogos
28/01/2007 - Francana 1 x 0 Independente
04/02/2007 - Independente 0 x 1 São Carlos
07/02/2007 - XV de Piracicaba 6 x 0 Independente

*** Foto - Fernando Carvalho

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Chute Inicial conquista título no Sub-14 em Minas Gerais


O início de ano na Escolinha Chute Inicial foi como o de uma equipe profissional em uma pré-temporada. De 20 a 24 de janeiro, a equipe limeirense disputou Copa Wagner Ribeiro, de futebol de base, em Jacutinga, Minas Gerais.

O Chute Inicial participou com três categorias. Destaque para o Sub-14, que conquistou o título de forma invicta. Na decisão, vitória sobre o Francisco Moratto por 2 a 0.

"Foram quatro dias intensos de jogos, diversão e amizade. A partir de agora, essa competição fará parte do nosso calendário, com uma viagem como essa a cada período de férias da garotada", adiantou Patrícia Greve, responsável pela filial do Corinthians na cidade.

O período desta pré-temporada foi no Hotel JC Palace, em Jacutinga.

"Nos ofereceram uma excelente estrutura, com alojamento, piscina, refeitório e área de convivência. Além da localização que é privilegiada, no centro da cidade. A alimentação foi fornecida pela equipe organizadora do evento. Nossa delegação foi chefiada pelos ex-atletas Daniel Giratto e Mauricinho", completou Patrícia.

Esse período serviu de treinamento para os garotos da escolinha corintiana, visando a Liga Municipal que começará em breve, além é claro, da cobiçada Copa Gazeta no final do ano. Mais informações pelo telefone: 3038-1378 ou pelo facebook Corinthians Limeira.

Bom demais ver minha escola de samba campeã em Rio Claro


Que surpresa agradável o título da Grasifs, a Voz do Morro, no Carnaval de Rio Claro. Nunca escondi de ninguém que torço por essa escola e faz muito tempo. Pena que não pude ver o desfile na rua. Tive o prazer de desfilar uma vez na bateria desta escola em 1992, tocando tamborim.

Depois que virei narrador esportivo, sempre trabalhei no Carnaval e por isso, deixei de frequentar os ensaios. Aprendi a amar essa escola de samba através do grande carnavalesco José Fernando Ventura, que mora no bairro Cidade Nova, o mesmo onde nasci. Parabéns minha querida Grasifs.

Independente perde mais uma e agora é o penúltimo colocado na A-2


Antes de começar a Série A-2 o técnico Paulo Jamelli demonstrava muita confiança, uma vez que o Independente tinha se apresentado muito bem nos amistosos. Chegou a dizer na Segunda Esportiva que a meta era terminar a primeira fase entre os oito primeiros colocados, para em seguida, lutar pelo acesso. Mas bastou a competição começar para vermos que a realidade é completamente diferente.

Com um ponto conquistado de nove possíveis, além de 10 gols sofridos, o Independente hoje figura na zona do rebaixamento e seu torcedor começa a temer por um rebaixamento para a Série A-3, uma vez que seis equipes descerão este ano.

Contra o União Barbarense, sábado em Santa Bárbara d'Oeste, a preocupação do torcedor aumentou ainda mais. Mesmo estando duas vezes à frente do placar, o Galo tomou a virada e ainda por cima foi goleado. O clima é tenso e será preciso arrumar a casa antes que aconteça o pior. Hoje acontece uma importante reunião da parceria. Mas uma coisa é certa: Jamelli continuará no cargo.

Em razão de duas apresentações ruins, Jamelli precisou mexer no time. Denner, Guilherme Turim e Bruno Oliveira ganharam as vagas de André Pastor, Ricardo Oliveira e Eric Mamer. Mas os problemas, principalmente defensivos, não foram consertados. A fragilidade continuou.

Aos 8 minutos, Marcelo Bonan praticou duas defesas seguidas. Na primeira, soltou o arremate de fora da área de Sávio, mas depois evitou o gol de Alisson, em mais um de seus milagres.

Na primeira vez que chegou, o Independente abriu o placar. O estreante lateral Bruno Oliveira, o "Safadão do Pradão", arriscou da intermediária, acertando o ângulo de Murilo. Um golaço: 1 a 0.



Mas a alegria galista durou exatamente três minutos. No passe do estreante paraguaio Brian Samúdio, o bom meia Marlon recebeu pela meia-esquerda e mandou forte, rasante. A bola ainda tocou na trave antes de entrar: 1 a 1.

O Leão da 13 cresceu em campo e parecia não confiar em Marcelo Bonan. Marlon por exemplo, tentou a virada do meio de campo após ver o arqueiro adiantado. Quase foi feliz.

Aos 38, o time da casa perdeu um gol feito. Na falha do zagueiro Murilo na grande área, o centroavante Alisson ficou cara-a-cara com Marcelo Bonan e tentou encobrí-lo, mandando por cima. A torcida ficou furiosa. No minuto seguinte, Marlon, novamente de fora da área, exigiu boa defesa de Bonan.

Vem o segundo tempo e com ele o segundo gol do Independente. No escanteio cobrado por Bruno Oliveira pela direita, Cláudio Falcão escorou na pequena área para fazer 2 a 1. Foi seu 2º gol em 17 jogos pelo alvinegro.

Mas a zaga galista tratou de falhar de novo, como em Taubaté. Samúdio foi acionado com muita liberdade pela direita e bateu cruzado. O meia Vitor apareceu como uma flecha no meio da área para deixar tudo igual: 2 a 2.

Aos 22, por pouco o Independente não marcou seu terceiro, novamente com Cláudio Falcão de cabeça. Só que quatro minutos depois, o volante galista cometeu falta dura em Vitor e como já tinha recebido o cartão amarelo anteriormente, foi corretamente expulso de campo pelo árbitro Márcio Roberto Soares.

Com um jogador a menos, o Independente virou uma presa fácil. O técnico Cleber Gaúcho abriu mão de um volante e um meia e deixou seu time com quatro atacantes, sufocando o Galo. Aos 35, o lateral Sávio costurou a defesa galista pela esquerda e bateu cruzado para ótima defesa de Marcelo Bonan.

Aos 37, o escorregão de Walker foi fatal. O lateral Sávio cortou por dentro e tentou cruzar da direita. Quando a fase não é boa, tudo dá errado. A bola fez uma grande curva e entrou no ângulo de Bonan: 3 a 2. Um prêmio para o lateral, disparadamente o melhor em campo.

O Independente sentiu a virada e ficou entregue em campo, como um boxeador nocauteado nas cordas. Aos 43, Marlon recebeu livre pela direita e levantou na cabeça de Alisson: 4 a 2. Foi o placar final.

Com um ponto ganho e ocupando a penúltima posição na Série A-2, o Galo tem outro compromisso extremamente difícil na quarta-feira de cinzas. Encara o líder Velo Clube, às 20h, no Benitão. O time rio-clarense venceu seus três jogos até aqui e espera contar com um público superior a cinco mil torcedores.

União Barbarense 4 x 2 Independente

Gols - Bruno Oliveira aos 14 do 1ºT e Cláudio Falcão aos 5 do 2ºT (IN); Marlon aos 17 do 1ºT, Vitor aos 17, Sávio aos 37 e Alisson aos 42 do 2ºT (UB)
Local - Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d'Oeste
Árbitro - Márcio Roberto Soares
Auxiliares - Claudenir Donizete Gonçalves e Leandro Alves de Souza
Público - 698 pagantes
Renda - R$ 7.450,00
União Barbarense - Murilo; Juan Melgarejo (Alisson Costa), Cunha, Leomar e Sávio; Felipe Chagas (Felipe), Fábio Baiano, Brian Samúdio (Romarinho) e Marlon; Alisson e Vitor. Técnico - Cleber Gaúcho.
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Murilo, Denner e Matheus; Walker, Jordy Guerreiro (Fabiano), Cláudio Falcão e Guilherme Turim (Pedro Navas); Americano e Bruno Oliveira (Eric Mamer). Técnico - Paulo Jamelli.
Ocorrências - cartão vermelho para Cláudio Falcão (IN)

Inter perde a segunda seguida no Limeirão, agora para o Atibaia


Dois jogos no Limeirão e duas derrotas. Bem que a Gazeta de Limeira trouxe uma matéria justamente alertando sobre os pontos que a Internacional costuma deixar escapar quando é mandante. Sábado não foi diferente. O líder Atibaia venceu por 2 a 1 e completou três vitórias em três jogos iniciais, liderando a Série A-3 do Campeonato Paulista.

Nem a belíssima vitória que a Inter conseguiu no meio de semana em Matão serviu para atrair o público. Pouco mais de 300 torcedores - contando 50 dos visitantes - assistiram a partida no sábado de Carnaval.

Motivado pela campanha inicial, o time de laranja, que tem o uniforme idêntico ao da seleção holandesa, precisou de três minutos para abrir o placar com o rápido Reginaldo.

A Inter empatou aos 10 minutos, com o volante Giba, que aproveitou uma sobra na grande área. O gol deu esperança aos leoninos, que passaram a desperdiçar uma chance atrás da outra. Uma delas, de forma incrível, com Zé Matheus, que recebeu o cruzamento de Vitor Carvalho e na entrada da pequena área finalizou por cima.

Mas o Atibaia não ficou atrás e em um contra-ataque bem executado, Tavares, ex-Independente, acertou a trave da Veterana.

O líder voltou perigoso para o segundo tempo e aos 10 minutos, no levantamento de Yago pela esquerda, o grandalhão Gueguel, ex-Água Santa, mandou por cima, perdendo ótima chance.
A Inter criava oportunidades, mas com pouca intensidade. Smith, que agradou a torcida, era o que mais trabalho dava a defesa rival. Aos 14, o centroavante que estava no futebol peruano recebeu um cruzamento da esquerda e escorou por cima da meta de Rafael.

Só que aos 22 minutos, em uma tabela que contou com seis toques de cabeça, Gueguel ajeitou e Yago conferiu: 2 a 1 para o Falcão. O goleiro Diego não se conformava com a morosidade dos seus zagueiros na marcação. "Não pode tomar um gol assim", lamentava após a partida.

O técnico Jorge Parraga ainda mexeu na Inter colocando Dodô e Bruno Barreto nos lugares de Zé Matheus e Vitor Carvalho. Mas as melhores oportunidades foram criadas pelo adversário. Aos 35, Diego se esticou todo para defender a cobrança de falta de Yago e em seguida, viu o chute cruzado de Reginaldo raspar sua trave esquerda.

Mesmo com a derrota, a Inter segue fora da zona de rebaixamento, ocupando a 13ª colocação, com 3 pontos. Na quarta-feira, o Leão enfrenta o Guaratinguetá, às 19h, no Pradão. O Guará vem mandando seus jogos nesta competição no estádio do Independente.

Internacional 1 x 2 Atibaia

Gols - Reginaldo aos 3 do 1ºT e Yago aos 22 do 2ºT (AT); Giba aos 10 do 1ºT (IN)
Local - Limeirão
Árbitro - Ilbert Estevam da Silva
Auxiliares - William Rogério dos Santos Turola e Edvaldo Pereira da Silva
Público - 352 pagantes
Renda - R$ 3.900,00
Internacional - Diego; Rodolfo, Mário Paiva, Diego Gaúcho e Malcon; Robério, Giba, Vitor Carvalho (Felipe Barreto) e Zé Matheus (Dodô); Mike (Gustavo) e Smith. Técnico - Jorge Parraga.
Atibaia - Rafael; Nando, Kauê, Márcio e Boré (Danilo); Éder (Jean), Tierry e Yago; Tavares (Madson), Gueguel e Reginaldo. Técnico - Luís Muller.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Rio Preto contrata Betão Alcântara

Wilson Júnior não é mais técnico do Rio Preto no Campeonato Paulista da Série A-3. O empate sem gols contra o Grêmio Osasco, fora de casa, foi a gota d´água para o presidente Suélio Ribeiro dos Santos dispensá-lo. Foram três jogos, com duas derrotas e um empate.

Além do treinador, estão fora da comissão técnica o auxiliar-técnico Rodrigo Deião, o treinador de goleiros Mika e o preparador físico Mário Henrique. Apenas o massagista Chumbinho foi poupado da degola.

A diretoria agiu rapidamente e anunciou Betão Alcântara, ex-Inter de Limeira, para o seu lugar. Betão foi demitido no Marília após duas derrotas em casa pela Série A-2, para Batatais (3 x 0) e Guarani (3 x 1).

Alcântara, conhecido da torcida rio-pretense por já ter trabalhado no Jacaré, se apresenta hoje. Sua estreia será contra o Grêmio Barueri, quinta-feira, às 19h, no Riopretão.

Thomaz Bellucci perde duas decisões em Quito

Duas finais e dois vices. Assim foi a performance do tenista Thomaz Bellucci em Quito, no Equador. No sábado, o brasileiro foi derrotado na final de duplas ao lado de Marcelo Demoliner. Hoje, ficou com o vice também no torneio de simples, ao perder para Victor Estrella Burgos, seu algoz no mesmo torneio em 2015. Por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 7/6(5) e 6/2, o dominicano defendeu com sucesso o título do ano passado. Apesar da derrota, Bellucci vai ganhar cinco posições no ranking da mundial e saltar para o 30º lugar.

Campeonato Paulista da Série A-3

3ª Rodada:
Flamengo 1 x 0 Olímpia
Comercial 2 x 2 Catanduvense
Matonense 1 x 2 Guaratinguetá
Grêmio Barueri 0 x 2 Noroeste
Sertãozinho 1 x 2 São José FC
São José 0 x 0 Nacional
Grêmio Osasco 0 x 0 Rio Preto
São Carlos 1 x 1 Primavera
Itapirense 1 x 1 Fernandópolis
Internacional 1 x 2 Atibaia

Próxima rodada:
10/2 - 16h - Atibaia x Itapirense
10/2 - 16h - Primavera x Comercial
10/2 - 16h - Nacional x Grêmio Osasco
10/2 - 19h - Guaratinguetá x Internacional
10/2 - 20h - São José FC x Flamengo
10/2 - 20h - Catanduvense x São José
10/2 - 20h - Olímpia x Matonense
10/2 - 20h - Noroeste x Sertãozinho
10/2 - 20h30 - Fernandópolis x São Carlos
11/2 - 19h - Rio Preto x Grêmio Barueri
   
Classificação:
 
1 Atibaia 9
2 São Carlos 7
3 Primavera 7
4 Nacional 7
5 São José 7
6 Catanduvense 7
7 Flamengo 7
8 Sertãozinho 6

9 Grêmio Osasco 5
10 Noroeste 4
11 Guaratinguetá 4
12 Matonense 3
13 Internacional 3
14 São José FC 3
15 Rio Preto 1
16 Fernandópolis 1
17 Comercial 1
18 Itapirense 1
19 Olímpia 0
20 Grêmio Barueri 0

Campeonato Paulista da Série A-2

3ª Rodada:
Marília 1 x 3 Guarani
Atlético Sorocaba 2 x 3 Barretos
Votuporanguense 0 x 3 São Caetano
Santo André 2 x 1 Monte Azul
Juventus 0 x 1 Velo Clube
União Barbarense 4 x 2 Independente
Mirassol 3 x 1 Rio Branco
Paulista 1 x 2 Portuguesa
Bragantino 2 x 2 Penapolense
Batatais 3 x 2 Taubaté

Próxima rodada:
10/2 - 16h - Monte Azul x Juventus
10/2 - 19h30 - Penapolense x São Caetano
10/2 - 20h - Taubaté x  Paulista
10/2 - 20h - Barretos x Mirassol
10/2 - 20h - Guarani x Bragantino
10/2 - 20h - Rio Branco x União Barbarense
10/2 - 20h - Velo Clube x Independente
10/2 - 20h - Batatais x Santo André
10/2 - 20h - Portuguesa x Marília
10/2 - 20h - Atlético Sorocaba x Votuporanguense

Classificação:

1 Santo André 9
2 Velo Clube 9
3 Guarani 7
4 Bragantino 7
5 Batatais 7
6 São Caetano 7
7 Mirassol 6
8 Juventus 6

9 Taubaté 4
10 Barretos 4
11 Portuguesa 4
12 União Barbarense 3
13 Atlético Sorocaba 3
14 Paulista 3
15 Penapolense 1
16 Monte Azul 1
17 Votuporanguense 1
18 Marília 1
19 Independente 1
20 Rio Branco 0

Resultados de Inter e Independente

Fim de jogo no Limeirão:
Paulista da Série A3:
Inter 1 x 2 Atibaia
Gols - Reginaldo e Iago (AT) e Giba (IN)
Inter está em 13 lugar com 3 pontos, após 3 rodadas.
Público - 352
Renda - R$ 3.900,00
Próximo jogo - quarta-feira contra o Guaratinguetá, às 19h, no Pradão.


Fim de jogo em Santa Bárbara:
União Barbarense 4 x 2 Independente, de virada
Galo esteve à frente do placar duas vezes.
Gols - Bruno Oliveira e Cláudio Falcão (IN), Marlon, Vitor, Sávio e Alisson (UB)
Frase - "Nunca tinha passado por isso". (Marcelo Bonan)
Cláudio Falcão foi expulso
Público - 698
Renda - R$ 7.450,00
Galo é o penúltimo colocado com 1 ponto após 3 jogos.
Quarta, 20h - Velo Clube X Independente.

Minha coluna Pimba de hoje

Chegou a hora de a diretoria do Independente valorizar o atacante Americano. Não é porque ele veio do Amador que não mereça um aumento salarial. Tem jogador fora de forma no banco de reservas do Galo que recebe bem mais. Justiça seja feita.

Aliás, legal demais o que o zagueiro Thiago Gomes fez com Americano após a partida em Taubaté. O ex-jogador do Palmeiras elogiou o centroavante galista após os 5 a 1 e disse que já assistiu várias vezes sua reportagem do Globo Esporte, que segundo ele, lhe serve como motivação.

Frase de Álvaro Gaia para os jogadores do Taubaté antes do jogo de estreia: "Marca aquele caneludo, pois se sobrar, ele marca". O tal caneludo é justamente Americano. Ele conhece como ninguém sua cria.

Quando escrevi essa coluna, o jogo União Barbarense e Independente ainda não tinha sido realizado. Por isso, escrevo que o torcedor galista estava ou ainda está (depende do resultado de ontem) apreensivo com esse início do Galo. Justo este ano que caem seis equipes para a Série A-3. Sinal amarelo ligado.

Técnico Jamelli começa ter seu trabalho contestado nas redes sociais. As críticas se intensificaram após o empate contra o Monte Azul por 1 a 1, quarta-feira no Pradão. E olha que o adversário galista, comandado por Edson Só, é muito limitado mesmo. Mas Jamelli tem todo respaldo da diretoria.

Quando Jamelli foi contratado, nós da imprensa ficamos temerosos. Apesar de bom jogador que foi, não tem experiência como treinador e pegaria um time na A-2. Mas a parceria justificou que Álvaro Gaia também não tinha experiência quando foi contratado em 2003.


Mas nos dois primeiros jogos no comando do Independente, Gaia conquistou quatro pontos (1 x 1 com o América, em casa e 1 x 0 no Guaçuano, fora de casa). Jamelli faturou um. Vamos torcer para que a reação venha rapidamente.

Frase que ouvi no Pradão após o empate contra o Monte Azul: "Que saudade eu tenho do Xandão e do Alysson na zaga". Eu também! 

Sobre Edson Só, perguntei ao bigode mais famoso do interior paulista o motivo que fez ele não acertar com a Internacional para a A-3 deste ano. Seu nome era dado como certo no Limeirão. "Senti uma disputa política muito grande no clube. Isso me afastou".

Vem ano e sai ano e a mentalidade no Limeirão não muda. Nenhum visitante pode comemorar um gol que todo mundo se vira para as tribunas para xingar e ofender. Vamos parar com isso. Já deu.

Aprovada a iniciativa da diretoria leonina em respeitar um minuto de silêncio pela morte do centroavante Kita no jogo de estreia contra o São José. Foi a primeira partida oficial da Veterana no Limeirão após o triste acontecimento com aquele que é o maior ídolo da história do clube. 

Que bela vitória a Inter conquistou em Matão na quarta-feira. Pouca gente acreditava nisso. Dedo do técnico Jorge Parraga começa a aparecer. Tomara que a Inter tenha vencido o forte Atibaia, ontem à noite.

Ainda sobre o jogo de Matão, gostaria de parabenizar o narrador Léo Mendes por sua estreia na Rádio Educadora. Vibrante, preciso e humilde. Todos da nossa equipe gostaram. Li vários elogios dos torcedores também. Pé quente o moço de Rio Claro.

Federação Paulista de Futebol deve faturar cerca de R$ 1 milhão no Estadual deste ano com o Fundo de Valorização e Desenvolvimento do Futebol Paulista, que retém 2% das bilheterias dos quatro grandes clubes e 1% do arrecadado pelos demais. 

Na primeira rodada do Paulistão, a taxa gerou R$ 55 mil à entidade. Segundo a FPF, o objetivo do Fundo é “fomentar os clubes com ações de marketing, material de apoio em jogos e cursos de gestão”.

Atacante Wendell Lira, eleito o autor do gol mais bonito do mundo em 2015, fechou um contrato com um laboratório de Hortolândia, na região de Campinas, e vai ser o garoto propaganda de um complexo vitamínico.

Ganhador do Troféu Puskas, da Fifa, Wendell Lira também recebeu uma proposta para ser personagem de uma campanha de publicidade de uma montadora de carros. Além disso, virou atleta da Puma, que fornece suas chuteiras. Tá cheio de moral.

Portuguesa, time que está na Série A-2, arrumou um jeitinho de faturar uma graninha extra, cerca de R$ 100 mil. A Lusa alugou o Canindé para uma igreja evangélica e vai mandar seu jogo contra o Marília, no dia 10 de fevereiro, na Rua Javari.

Lembra do Léo Moura, ex-Flamengo? O lateral é o novo reforço do Metropolitano, de Santa Catarina. Daqui a pouco vai jogar pelo Santa Cruz no Amador de Limeira.

Técnico Milton Mendes, campeão da Série A-2 com a Ferroviária no ano passado e que comandou o Atlético-PR no Brasileirão, está no Kashiwa Reysol, do Japão.

Pois bem, Mendes aproveita suas folgas para ser enterrado em uma areia vulcânica. O tratamento, comum na cultura nipônica, serve para o relaxamento do corpo. O treinador publicou um vídeo nas redes sociais. Dá até medo de ver.

Apenas quatro times campeões brasileiros conquistaram a Taça Libertadores no ano seguinte: Flamengo (1981), São Paulo (1992), Vasco da Gama (1998) e Corinthians (2012).

Uma rara camisa do Santos autografada por Pelé será leiloada por um modesto clube galês de rúgbi. O objetivo é arrecadar fundos para reformar a sede do Cwmtwrch RFC. A peça, da década de 70, está avaliada em R$ 35 mil.

Atriz Naomi Watts, uma das mais lindas de Hollywood, é a mais nova mandatária do Glantraeth FC, clube da terceira divisão do País de Gales. Outra mulher no comando.

PSG e Real Madrid são únicos times da Champions que não contrataram em janeiro.

Limeirense Odair dos Santos já sabe quanto poderá faturar nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro este ano. A medalha de ouro valerá R$ 60 mil. Se conseguir a prata, o corredor levará R$ 30 mil. Já o bronze renderá R$ 20 mil. A expectativa é que o Comitê Paralímpico Brasileiro distribua cerca de R$ 3 milhões.

Lutador limeirense Roberto Neves, o "Facada", segue fazendo parte da equipe de treinamento de Anderson Silva nos Estados Unidos. Durante a semana, o Spider reapareceu na lista dos melhores lutadores da categoria dos médios. O brasileiro agora é o 10º colocado, atrás de nomes como Michael Bisping (6º), seu adversário na luta principal do UFC Londres, em 27 de fevereiro.

Triste demais a morte do promissor lateral Canavarros, de 21 anos, do XV de Piracicaba. Mais triste ainda é saber que sua esposa está grávida de cinco meses.

Hoje tem Carolina Panthers e Denver Broncos na final do Super Bowl 50. De um tempo para cá passei a assistir mais jogos e me interessar mais pela modalidade. Com certeza estarei na frente da tv hoje à noite, acompanhando o extraordinário narrador Everaldo Marques na ESPN. Vou torcer para os Panthers.

Pelas informações que obtive, crescem as chances da Winner/Limeira retornar às quadras em 2017. Mas com um time bem modesto. Isso pouco importa. A torcida abraçará a causa de tanta saudade que está da equipe.


To feliz demais de ver os jogadores que passaram pela Winner/Limeira comprando o livro que eu escrevi. O último foi o ala Shamell, hoje em Mogi das Cruzes. Dá um tremendo orgulho ver a alegria deles quando estão com um exemplar na mão.

Doutor Roberto Lucato estava pensando em fazer uma festa para nossa equipe de esportes. Mas pensou bem e usou a grana para comprar um carro novo para nossas viagens, melhorando nossa condição de trabalho. Isso sim foi um dinheiro bem investido. Valeu mestre!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Cinco anos do Pimba


Hoje está fazendo 5 anos que incorporei o "Pimbaaaaaaa" no meu grito de gol e nas cestas dos 3 pontos. Em 6 de fevereiro de 2011, o atacante leonino William marcava contra o Flamengo, em Guarulhos, pela Série A-3 (foto). Do nada, sem planejar, soltei um "Pimbaaa". A torcida gostou e eu o adotei para sempre.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Obrigado Marquinho Jesus


Fiquei super feliz de rever o amigo/irmão Marquinho Jesus ontem. Além de comprar o livro que escrevi da Winner/Limeira, tive acesso aos seus projetos para o futuro. Tem muita coisa boa que vem por aí na parte empresarial e principalmente, musical. Sou fã de carteirinha do Marquinho e faz tempo. Ele está em meus dois livros, pois fez músicas para a Inter e para a Winner, ambas registradas. Esse é fera. Valeu irmão, tamo junto sempre!

Shamell, ídolo eterno da Winner, também comprou meu livro


Legal demais encontrar com o ala Shamell, que fez história na Winner/Limeira com o primeiro título paulista em 2009. Hoje atuando por Mogi, Shamell é uma pessoa acima da média, sempre de alto astral. Ontem tive um prazer de vê-lo comprar um livro meu após o jogo em Rio Claro. Grande Shamell, obrigado!

O livro da Winner custa R$ 50 e pode ser encontrado em:

Esportes Avenida - Rua Dr Trajano, 921, (centro)
Pizzaria Don Francesco - Boa Morte, 1076 (centro)
Gazeta de Limeira - Senador Vergueiro 319 (centro)
Zalon Info - Mercado Modelo
Beethoven Lanches - Avenida Rio Claro, 328
Farmácia Vila Cláudia - Rua Bahia, 784, Vila Cláudia
Goods Lanches - Rua Prefeito Dr Alberto Ferreira, 115 (centro)
Eletrônica Central - rotatória do TG
Auto Posto Santa Lúcia - rotatória do Sesi
Mc Tecnologia - Rua Conselheiro Saraiva 781


Encomendas em todas partes do Brasil pelo: livrowinner@gmail.com

Independente perdeu os últimos dois jogos em Santa Bárbara d'Oeste

União Barbarense e Independente por si só, já fazem um duelo de muita rivalidade, até pela proximidade das cidades e pelo histórico de ambos. Imagine neste sábado, às 17h, em Santa Bárbara d'Oeste. Os dois times não começaram bem o Campeonato Paulista da Série A-2.

No Independente a luz amarela foi acesa após a goleada sofrida na estreia para o Taubaté por 5 a 1 e o empate diante do Monte Azul por 1 a 1, quarta-feira no Pradão. O Galo vencia por 1 a 0 até os 41 minutos do 2º tempo, quando sofreu a igualdade.

Já no Leão da 13, a luz já é vermelha, pois o time perdeu seus dois jogos até aqui. Depois de ser derrotado na estreia para o Velo Clube por 1 a 0, no Benitão, o time de Santa Bárbara decepcionou sua torcida ao perder em casa para o Atlético de Sorocaba, também por 1 a 0.

Se a Série A-2 terminasse hoje, os dois rivais seriam rebaixados para a Série A-3.

União Barbarense e Independente já se enfrentaram 20 vezes na história em Santa Bárbara d'Oeste. O time da casa venceu 12 vezes, empatou quatro e perdeu quatro.

A última vitória do Independente no Estádio Antônio Guimarães Filho aconteceu no dia 30/08/2014, pela Copa Paulista. O time comandado na ocasião por Álvaro Gaia venceu por 2 a 1, gols de Ygor Mineiro e André Mocóca.

Mas o Independente perdeu seus últimos dois compromissos em Santa Bárbara. No ano passado, pela Série A-2, o time da casa venceu por 3 a 2, graças a um gol de pênalti do meia Melinho aos 49 minutos do 2º tempo. Esse ponto perdido nos acréscimos levaria o alvinegro limeirense a divisão de elite.

Já na Copa Paulista, o União Barbarense venceu por 2 a 1.

Confrontos em Santa Bárbara d'Oeste

14/09/1975 - União Barbarense 1 x 0 Independente
26/10/1975 - União Barbarense 1 x 0 Independente
30/04/1980 - União Barbarense 4 x 3 Independente
18/04/1982 - União Barbarense 1 x 1 Independente
29/05/1983 - União Barbarense 4 x 0 Independente
13/05/1984 - União Barbarense 2 x 1 Independente
01/06/1985 - União Barbarense 0 x 0 Independente
10/08/1986 - União Barbarense 3 x 1 Independente
08/07/1987 - União Barbarense 1 x 0 Independente
04/10/1987 - União Barbarense 0 x 0 Independente
15/05/1988 - União Barbarense 1 x 2 Independente
09/10/1988 - União Barbarense 1 x 3 Independente
13/11/1988 - União Barbarense 0 x 0 Independente
30/03/1991 - União Barbarense 3 x 2 Independente
11/07/1993 - União Barbarense 2 x 0 Independente
15/05/1994 - União Barbarense 1 x 0 Independente
28/02/2007 - União Barbarense 0 x 1 Independente
30/08/2014 - União Barbarense 0 x 2 Independente
28/03/2015 - União Barbarense 3 x 2 Independente
01/08/2015 - União Barbarense 2 x 1 Independente

Em 68 jogos pela Série A-3 no Limeirão, Inter perdeu 83 pontos

Leão não vence uma partida no Major Levy desde o dia 23 de março do ano passado

A Internacional precisa melhor seu desempenho em casa, caso queira retornar a Série A-2. Em sete participações nesta que é a terceira divisão do futebol paulista, o Leão deixou escapar 83 pontos jogando em seu estádio.

Dos 68 jogos que disputou até agora no Limeirão pela Série A-3, a Veterana conquistou 35 vitórias, 16 empates e 17 derrotas. Marcou 95 gols e sofreu 63. Dos 204 pontos possíveis, faturou 121, ou seja, um aproveitamento de 59,3%.

A Internacional deixou escapar pontos preciosos, principalmente nas fases finais. Nos últimos quatro quadrangulares que participou por exemplo, o Leão não conseguiu ficar entre os dois primeiros colocados que subiram.

Dos últimos 20 jogos realizados no Major Levy, a Inter venceu nove, empatou cinco e perdeu seis. Ou seja, dos 60 pontos que disputou, só ganhou 32, um aproveitamento de 53,3%.

Mais ainda. A Inter não vence no Limeirão desde o dia 23 de março do ano passado, quando bateu o Taubaté por 2 a 1, gols de Marcão e Murilo Henrique. Aliás, o gol do zagueiro foi o milésimo da Inter no Limeirão. De lá para cá foram seis jogos, com três empates e três derrotas.

Na A-3, 24 times já "roubaram" pontos da Inter no Limeirão. O Independente é o "maior gatuno", com 9 pontos. A Itapirense aparece em segundo lugar, com 7 pontos.

Chance

No domingo passado, a Inter perdeu para o São José por 1 a 0, no Limeirão, mas se reabilitou na quarta-feira ao surpreender a Matonense, em Matão, por 1 a 0, graças a um golaço de falta do lateral Rodolfo.

O time de Jorge Parraga tem a chance de quebrar essa sequência negativa amanhã, às 19h, diante do perigoso Atibaia. Mas o adversário é um dos líderes da competição com seis pontos.

O Atibaia venceu o Fernandópolis, fora de casa, por 2 a 0 na estreia e depois bateu o Olímpia por 3 a 0, em Indaiatuba, uma vez que não está mandando jogos em seu campo. O atacante Tavares, ex-Independente, é um dos destaques do time.

Vale lembrar que Inter e Atibaia se enfrentaram apenas uma vez na história. Na A-3 do ano passado, o Leão venceu por 1 a 0, gol do meia Léo Gonçalves. Foi no dia 04/02/15, pela segunda rodada da competição.

Jejum de vitórias no Major Levy
28/03/15 - 2 x 3 Nacional
09/04/15 - 0 x 3 São José
26/04/15 - 1 x 1 Votuporanguense
02/05/15 - 0 x 0 Osasco
13/05/15 - 1 x 1 Juventus
31/01/16 - 0 x 1 São José

Roubaram pontos da Inter no Limeirão:
 
9 pontos - Independente
7 pontos - Itapirense
5 pontos - São José B, Matonense e Grêmio Osasco
4 pontos - Francana e Taubaté
3 - Olímpia, São Carlos, Velo Clube, Capivariano, Rio Branco, Flamengo, Novorizontino, Rio Preto, Nacional e São José
2 - Oeste Paulista, Grêmio Barueri, América, Sertãozinho, Tupã, Votuporanguense e Juventus

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Michelin também deixa de patrocinar a seleção brasileira

MAIS UM - A CBF vai perder o quarto patrocinador num período de menos de três meses. Depois de Gillette, Sadia e Seguros Unimed, agora foi a vez da Michelin decidir encerrar o contrato para patrocinar a Seleção Brasileira de Futebol. O contrato com a fabricante de pneus foi selado em 2014 e tinha previsão de cinco anos, mas foi encerrado precocemente.

Giovanni Augusto é do Timão

 
ASSINOU - Giovanni Augusto, ex-meia do Atlético-MG, assinou contrato com o Corinthians até dezembro de 2019. O jogador, contratado para suprir as baixas no elenco do atual campeão brasileiro, já treina com o time desde a última segunda-feira. "Tem reforço para a Fiel! Bem vindo", diz a postagem do Timão no Twitter.

Portuguesa demite Estevam Soares

CAIU - É da Portuguesa o primeiro treinador a perder o emprego no Campeonato Paulista das três divisões. O experiente Estevam Soares não resistiu a derrota da Lusa para o Juventus por 1 a 0, ontem em pleno Canindé, diante de 7 mil pagantes, e foi demitido hoje. Na estreia, a Portuguesa empatou sem gols com o Barretos, fora de casa.

Logo da Copa das Confederações


A Fifa divulgou o novo logo da Copa das Confederações de 2017, que será disputada na Rússia daqui a 500 dias. O novo símbolo tem referências à cultura russa e ao torneio. Os oito pontos vermelhos representam as seleções participantes, enquanto um pássaro de fogo, que aparece nas partes de cima e debaixo do troféu representa uma metamorfose para uma bola mágica. 

Cinco seleções estão confirmadas até agora: Rússia (país-sede), Alemanha (atual campeã do mundo), Chile (campeão da América do Sul), Austrália (campeão da Ásia) e México (campeão das Américas Central e do Norte). Restam apenas os campeões de Oceania, África e Europa.

Henrique Almeida é do Grêmio

REFORÇO - Destaque do Coritiba no último Campeonato Brasileiro com 12 gols, o atacante Henrique Almeida entrou na rota dos times grandes do Brasil, especialmente do Sul do país. O Internacional/RS bem que tentou trazer o jogador, mas quem o apresentou foi o Grêmio. O Tricolor contratou o jogador que tem direitos divididos entre São Paulo e Botafogo/RJ.

Golaço de falta de Rodolfo dá vitória a Inter de Limeira em Matão


*** Por Roberto Lucato

Superação. Essa era a palavra de ordem do técnico Jorge Parraga para motivar sua equipe em busca da primeira vitória na Série A-3 do Campeonato Paulista.  
O duelo se desenhava difícil. Afinal, a Matonense, jogando em seus domínios, sempre conta com o apoio de sua fanática torcida e monta bons elencos. 
Antevendo essas dificuldades o treinador alvinegro montou um forte sistema defensivo e não teve dificuldades para conter ímpeto dos adversários até a metade da primeira etapa. Com Mario Paiva e Diego Gaúcho bem posicionados, contando com a eficiente marcação de Robério, raríssimos eram os espaços conquistados pela equipe da casa, apesar das variações constantes do atacante Sócrates. 
Tanto e verdade que as primeiras chances de gol seriam anotadas após os vinte minutos, a primeira da Inter. Depois de recuperar a bola próxima a linha de fundo, José Mateus encontrou o estreante Smith se infiltrando e cruzou. No desvio, cabeceio para a linha de fundo. 
A resposta da Matonense viria aos 27. O meia Guilherme ariscou de longe e levou perigo as metas de Diego. A partida tornou-se mais dinâmica daí para frente, porém restrita a jogadas nas intermediárias. 
Disciplinados taticamente, os comandados de Parraga preferiam não vacilar na marcação e isso isolou Smith no ataque, que pouco era alimentado. Os laterais da Veterana careciam de maior audácia, mais isso seria corrigido durante o intervalo.
Sem alterações, o duelo recomeçou ainda com calor acentuado, e a Inter voltaria um pouco mais atrevida. A confiança era um fator importante porque, em jogo igual, as oportunidades quase não aparecem e quando surgem não deve ser desperdiçadas. 
Smith voltou para buscar passes e em um desses quase abriu o marcador. Aos 10 minutos ele chutou forte e obrigou o arqueiro China intervir com precisão, mandando a escanteio. Na sequência José Mateus chutou um rebote e novamente China defendeu. 
A partida ficou mais cadenciada depois destes lances, Smith não. Ele continuava arisco e quase marcou aos 21, novamente em arremate de fora da área. De tanto insistir, o gol saiu. Vitor Carvalho foi aterrado no setor de intermediaria e o lateral Rodolfo pediu para bater. Depois de ajeitar com carinho, ele conseguiu mandar um pombo sem asas contra China, um tiro indefensável para escrever o resultado do jogo, aos 25 minutos. 
A Matonense até tentou esboçar uma reação, mas o sistema defensivo da Veterana continuava uma muralha e olha que o resultado poderia ser ampliado. Novamente o lateral Rodolfo mandou um petardo aos 40 minutos, mas a bola explodiu contra o travessão e saiu. 
Fim de jogo, vitória merecida de uma equipe concentrada, que mostrou boa evolução técnica e emocional. A Inter retorna a campo no próximo sábado, no Limeirão, contra o Atibaia líder da competição.

FICHA TÉCNICA
MATONENSE 0 X 1 INTERNACIONAL
MATONENSE: China; Miler, Marcos, Marcelo Lanze e Glauco; Ademir, Douglas (Kadu), Guilherme e Pio (Cristiano); Medina e Sócrates (Eduardo). Técnico:
INTERNACIONAL: Diego; Rodolfo, Mário Paiva, Diego Gaúcho e Tessio; Robério, Vitor Carvalho, Giba e Smith (Mike); Mateus Mima (Felipe) e José Mateus (Douglas Soares)
Amarelos: Rodolfo (INT) e Medina (MAT)
Renda: R$ 5.056,00
Público: 488 pagantes
Gol: Rodolfo aos 25’ 1/T (INT)
Arbitragem:

Independente sofre empate no fim diante do Monte Azul no Pradão

A manchete estava pronta: "Em noite de Vinícius Bovi, Independente se reabilita". Mas faltou combinar com o reserva Michel, que entrou no segundo tempo para "roubar" dois pontos preciosos do Galo na segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

Vinícius Bovi criou as melhores chances do alvinegro em toda partida. Inspirado como nos bons tempos de XV de Piracicaba, o lateral de cara exigiu uma excelente defesa de Igor, em uma finalização de fora da área.

O Independente não era nem sombra daquele time que decepcionou na estreia, sendo goleado pelo Taubaté por 5 a 1. A entrada de Cláudio Ralo no meio no lugar de Henrique deu mais consistência e segurança ao time.

Aos 14 minutos, o time comandado por Edson Só criou sua melhor chance. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Rodrigo cabeceou e o lateral Matheus salvou em cima da linha.

As emoções estavam reservadas para o segundo tempo. Paulo Jamelli colocou Guilherme Turim no lugar de Ricardo Oliveira e o Independente cresceu no jogo. Logo no primeiro minuto, Eric Mamer recebeu em condição, avançou livre, mas chutou em cima do goleiro, perdendo excelente chance.

Aos 6, foi a vez do Monte Azul perder um gol feito. No cruzamento de Johny pela direita, Jânio, sozinho na marca do pênalti, escorou para fora. Aos 9, Marcelo Bonan praticou um milagre ao evitar o gol de Johny, cara a cara.

Aos 28 minutos, Vinícius Bovi aproveitou uma sobra na área e encheu o pé, sem chances para Igor, um golaço: Galo 1 x 0. Foi seu sexto gol em 68 jogos com a camisa alvinegra.

Marcelo Bonan voltou a praticar um milagre aos 30 e de novo contra Johny. O goleiro estava irritado com o posicionamento de seus zagueiros.

Mas Igor não ficou atrás. O goleiro do Monte Azul defendeu de forma espetacular um arremate de Aguilar na pequena área, após cruzamento perfeito de Guilherme Turim, aos 37. No minuto seguinte, parou Eric Mamer, que teve tudo para definir o jogo. Que defesa.

Mas aos 41, um silêncio no Pradão. Em nova falha do sistema defensivo, ponto fraco do Galo neste começo de A-2, Charles carregou pela meia e serviu Michel, que girou e bateu no canto de Marcelo Bonan, deixando tudo igual: 1 a 1.

Dos seis pontos possíveis, o Galo só conquistou um, ocupando a 17ª posição. O sinal amarelo foi ligado. No sábado, às 16h, o alvinegro enfrenta o União Barbarense, fora de casa. O time de Santa Bárbara d'Oeste perdeu seus dois compromissos até aqui.

Independente 1 x 1 Monte Azul
 
Gols - Vinícius Bovi aos 28 do 2º tempo (IN) e Michel aos 41 do 2º tempo (MA)
Local - Pradão
Árbitro - Marcelo Rogério
Auxiliares - Diego Morelli de Oliveira e Ricardo Ferreira da Cruz
Público - 675 pagantes
Renda - R$ 7.350,00
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Murilo, André Pastor e Matheus; Walker, Jordy Guerreiro (Fabiano) e Cláudio Ralo; Ricardo Oliveira (Guilherme Turim), Americano (Aguilar) e Eric Mamer. Técnico - Paulo Jamelli.
Monte Azul - Igor; Raul, Rodrigo, Vinícius e Sidney; Lineker, Jô (Charles), Vavá e Carlos Henrique (Diego); Johny e Jânio (Michel). Técnico - Edson Só.
Ocorrências - cartões amarelos para Fabiano e Americano (IN); Vavá (MA)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Guaratinguetá e Inter de Limeira será mesmo no Pradão

CONFIRMADO - O Guaratinguetá realmente enfrentará a Internacional, no Pradão e não no Estádio Dário Rodrigues Leite. O jogo será na próxima quarta-feira, dia 10 (quarta de cinzas), às 19h, pela quarta rodada da Série A-3. Hoje, o Guará empatou com o Flamengo de Guarulhos por 1 a 1, também no Pradão. No mesmo dia pela A-2, o Independente enfrenta o Velo Clube, às 20h, em Rio Claro.

Resultados da A-2 e A-3

Série A-2:

2ª Rodada:
Guarani 1 x 1 Taubaté
Marília 0 x 3 Batatais
Santo André 3 x 1 Votuporanguense
Penapolense 1 x 2 Paulista
Bragantino 1 x 0 Barretos
Portuguesa 0 x 1 Juventus
U.Barbarense 0 x 1 A.Sorocaba
Independente 1 x 1 Monte Azul
São Caetano 2 x 1 Rio Branco
Mirassol 0 x 1 Velo Clube

Classificação: 1) Santo André, Bragantino, Juventus e Velo Clube 6, 5) Taubaté, Batatais, Guarani e São Caetano 4, 9) Mirassol, Atlético Sorocaba e Paulista 3, 12) Portuguesa, Barretos, Monte Azul, Votuporanguense, Marília e Independente 1 e 18) Penapolense, União Barbarense e Rio Branco 0.

Série A-3:

2ª Rodada:
Osasco 4 x 2 Fernandópolis
Guaratinguetá 1 x 1 Flamengo
Atibaia 3 x 0 Olímpia
Matonense 0 x 1 Internacional
Primavera 2 x 0 São José FC
Nacional 3 x 0 Noroeste
Comercial 0 x 3 São Carlos
São José 4 x 0 Barueri
Catanduvense 2 x 0 Itapirense
Sertãozinho 1 x 0 Rio Preto

Classificação: 1) São Carlos, Atibaia, Nacional, São José, Primavera, Sertãozinho e Catanduvense 6, 8) Grêmio Osasco e Flamengo 4, 10)Matonense e Internacional 3, 12) Noroeste e Guaratinguetá 1, 14) Rio Preto, São José FC, Fernandópolis, Itapirense, Comercial, Olímpia e Grêmio Barueri 0.

D'Alessandro deixa o Inter/RS


"Estou fechando uma etapa. O ciclo não termina". Foram com essas palavras, que o meia argentino Andrés D'Alessandro, de 34 anos, confirmou hoje, em entrevista coletiva, a sua saída do Internacional/RS. Ele encerra um ciclo de oito anos no Beira-Rio para retornar ao seu primeiro clube, o River Plate, em um empréstimo de um ano.

Roger Federer opera o joelho e fica fora de dois torneios

Seis dias depois de ter sido eliminado por Novak Djokovic na semifinal do Aberto da Austrália, Roger Federer foi submetido, na Suíça, a uma cirurgia no joelho.

Um comunicado divulgado no site oficial do tenista suíço confirmou que o recordista de títulos de Grand Slam precisou ser operado para corrigir um problema no menisco, que se rompeu um dia após a derrota por 3 sets a 1 para o sérvio no Grand Slam realizado em Melbourne.

Por causa da cirurgia, Federer ficará fora dos torneios de Roterdã e Dubai, ambos com status de ATP 500, neste mês.

Inter de Limeira joga em Matão em busca da reabilitação na Série A-3

Luz amarela na Internacional após a derrota na estreia para o São José EC por 1 a 0, em pleno Limeirão. Técnico Jorge Parraga sabe que seu time terá duas grandes pedreiras pela frente.

Hoje, às 16h, o Leão enfrenta a Matonense, no Estádio Hudson Buck Ferreira, com transmissão da Rádio Educadora 1020 AM, com Léo Mendes, Roberto Lucato e César Roberto. Já no sábado, às 19h, o alvinegro recebe o perigoso e arrumadinho Atibaia, no Limeirão.

Calmo como sempre, o treinador leonino espera uma resposta imediata de seus jogadores esta tarde. "Não jogamos mal contra o São José. Criamos várias oportunidades, porém pecamos nas finalizações. É preciso ter calma, pois o campeonato está apenas começando. Temos que ter tranquilidade, mas precisamos de um resultado positivo, até para dar uma satisfação ao nosso torcedor", comentou.

Parraga ainda não definiu a Inter. Ele tem uma dúvida principalmente no ataque. Dagson, que foi bem nos jogos-treinos pode ser a principal novidade. Os recém-chegados Gustavo, Malcon e Smith ainda não devem estrear.

A Matonense por sua vez, está embalada pela vitória na estreia no Vale do Paraíba. Jogando diante do São José FC, o time comandado pelo técnico Pinho venceu, de virada, por 2 a 1, gols de Medina e Douglas Pit, este último aos 41 minutos do 2º tempo.

Contra a Inter, o comando do Corpo de Bombeiros liberou apenas 1.200 lugares. Pinho deverá manter a mesma formação de domingo.

Em sete confrontos entre as duas equipes em Matão, a Internacional só conseguiu uma vitória. Foi em 19/04/2014 pela Série A-2. O Leão venceu por 2 a 1, gols de Brenner e Lê. Nos outros seis duelos, foram quatro vitórias do time da casa e dois empates.

Na A-3 de 2014, a Inter perdeu em Matão por 2 a 1.

No Pradão

Também pela Série A-3, o Guaratinguetá recebe o Flamengo de Guarulhos, hoje às 10h, no Pradão. Demais jogos da segunda rodada: às 16h - Primavera x São José FC, Atibaia x Olímpia e Nacional x Noroeste. Às 20h - Comercial x São Carlos, São José x Grêmio Barueri, Catanduvense x Itapirense e Sertãozinho x Rio Preto.

Matonense x Inter

Matonense - China; Marcelo Lanza, Toninho, Glauco e Marquinhos; Ademir, Miler, Edson Pio e Guilherme; Medina e Sócrates. Técnico - Pinho.
Internacional - Diego; Matheus Mima, Mário Paiva, Diego Gaúcho e Vitor Carvalho; Robério, Giba, Rodolfo e Zé Matheus; Mike e Frizzi (Dagson). Técnico - Jorge Parraga.
Árbitro - Cristiano Delazzari
Auxiliares - William Rodrigues Deodato e Paulo César Modesto
Local - Estádio Hudson Buck Ferreira, em Matão, às 16h.

Independente recebe Monte Azul hoje no Pradão

*** Por Denis Suidedos

Somar forças. É assim que o Independente espera entrar em campo na noite de hoje, às 20h, no estádio Comendador Agostinho Prada, contra o Monte Azul, para apagar a impressão deixada na estreia da Série A-2, quando o time foi derrotado pelo Taubaté por 5 a 1.

O encontro contará com a transmissão da equipe Educadora/Gazeta de Limeira, pelos 1020 AM, com Edmar Ferreira, Denis Suidedos, Tatinha Casagrande e Roberto Martins.

No treinamento de ontem, sob a tutela do técnico Jamelli, o clima era de descontração. No coletivo, que durou cerca de 30 minutos, apenas uma mudança com relação ao time da última partida.

Com André Pastor e Murilo mantidos, apenas Henrique, que jogou como volante, perdeu a vaga no time para Cláudio Ralo, que obteve a liberação de sua documentação no início da semana.

Depois do coletivo o time fez o tradicional “rachão”, com Americano e Vinícius Bovi no gol, além de Marcelo Bonan, Geison e José Guilherme, embora goleiros, “brincaram” na linha.

Em conversa com o arqueiro galista, Marcelo Bonan, a expectativa é de mudança de postura. “Puxei na memória, mas não me lembro de uma atuação tão apática. Treinamos bem, tivemos a preparação com os amistosos, porém dentro de campo nada funcionou e fomos goleados.

Os ingressos estarão a venda ao preço de R$ 10 na Loja do clube até às 16h. Depois, o bilhete voltará ao valor normal de R$ 20, com opção de meia-entrada aos aposentados e estudantes que possuem as carteirinhas.

Assim como no Independente, o Monte Azul também tem uma presidente, Cláudia Cester Arroyo. O Azulão perdeu na estréia da Série A-2 para o Guarani, em casa, pelo placar de 3 x 1.

A equipe do técnico Edson Só busca a reabilitação fora de casa. O próximo confronto do Independente será no sábado, às 16h, em Santa Bárbara D’Oeste, contra o União Barbarense.

Independente x Monte Azul
 
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, André Pastor, Murilo e Matheus; Walker, Cláudio Ralo e Jordy Guerreiro; Éric Mamer, Americano e Ricardo Oliveira. Técnico - Paulo Jamelli.
Monte Azul - Igor; Raul, Rodrigo, Vinícius e Vavá; Alex, Jociano, Carlos Henrique e Ítalo; Jânio e Johny. Técnico - Edson Só.
Árbitro - Marcelo Rogério
Auxiliares - Diego Morelli de Oliveira e Ricardo Ferreira da Cruz
Local - Pradão, às 20h.

Independente não perde no Pradão há 490 dias

O Independente pretende manter sua invencibilidade no Estádio Comendador Agostinho Prada nesta noite. Sem perder há 14 jogos em casa, o Galo recebe o Monte Azul, às 20h, pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

Nesses 14 jogos de invencibilidade, foram nove vitórias e cinco empates. A última derrota sofrida pelo alvinegro em seu estádio aconteceu em 01/10/2014, ou seja, um ano e quatro meses. O Votuporanguense venceu por 1 a 0, pela Copa Paulista.

Mas vale lembrar que nesse período o Independente foi mandante em outros seis jogos, mas sem poder atuar no Pradão, que estava interditado. Venceu o Botafogo, em Araras (1 x 0), o Novorizontino, no Limeirão (2 x 1) e o Paulista, na Rua Javari (1 x 0). Empatou com o XV de Piracicaba, no Limeirão (2 x 2) e perdeu para São Caetano, no Limeirão (1 x 0) e Guarani, no Décio Vitta (2 x 0).

O último jogo do Independente no Pradão aconteceu em 24/10/15, pelas quartas de final da Copa Paulista. Empate por 1 x 1 contra o Penapolense. O gol galista foi do centroavante Americano.

Invencibilidade no Pradão:

04/10/14 - 1 x 0 Ferroviária
18/10/14 - 3 x 1 Atlético Sorocaba
31/10/14 - 3 x 0 Rio Branco
28/02/15 - 1 x 0 Mirassol
24/03/15 - 1 x 0 Comercial
04/04/15 - 2 x 1 Ferroviária
08/04/15 - 3 x 0 Batatais
25/04/15 - 0 x 0 Atlético Sorocaba
25/07/15 - 2 x 2 Rio Branco
05/09/15 - 2 x 1 União Barbarense
26/09/15 - 1 x 1 Ituano
10/10/15 - 1 x 1 Mirassol
14/10/15 - 2 x 1 São Bernardo
24/10/15 - 1 x 1 Penapolense

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

São Paulo contrata Kelvin


CONTRATADO - O São Paulo chegou hoje a um acordo com o Porto pelo empréstimo do meia-atacante Kelvin até o fim do ano. Além disso, acertou contrato com o jogador e agora aguarda apenas a assinatura e troca de documentos para anunciar a contratação. O atleta passou por exames médicos supervisionados pelo São Paulo. Kelvin atuou emprestado ao Palmeiras em 2015, mas sem grande destaque.

Órgãos de Canavarros doados


O corpo do lateral Cláudio Canavarros, de 21 anos, deixou Piracicaba hoje às 16h com destino a Dourados, no Mato Grosso do Sul, local do sepultamento que vai ocorrer amanhã à tarde. Serão 10h de viagem até a cidade natal do jogador (915 km). Sua família autorizou a doação de órgãos. Foram aproveitados as duas córneas, dois rins, fígado, fêmur e a tíbia das duas pernas. Canavarros teve a morte cerebral confirmada no Emcor, de Piracicaba.

Corinthians contrata Maurício Jacob, novo gerente de marketing

A diretoria do Corinthians anunciou que o executivo Maurício Jacob é o novo diretor de marketing do clube. Ele chega para assumir o lugar que era ocupado por Marcelo Passos, que pediu demissão há duas semanas.

Neste primeiro momento, Jacob terá como principal função participar do acerto para a venda dos naming rights da Arena Corinthians, que foi inaugurada em 2014, para a disputa da Copa do Mundo.

Portuguesa aluga Canindé para igreja evangélica e vai jogar na Rua Javari

QUE FASE - A Portuguesa vai enfrentar o Marília na Rua Javari, que pertence ao Juventus, no próximo dia 10 de fevereiro, porque alugou o Canindé para uma igreja evangélica. A partida será válida pela Série A-2.

A mudança fará bem aos cofres da Lusa, que vai arrecadar mais do que o dobro da média do que conseguiu em toda a primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro no ano passado, cerca de R$ 100 mil, como apurou a ESPN.

Bola da Copa do Brasil


É ELA - A Nike revelou hoje a bola oficial que será utilizada a partir de março, na estreia da Copa do Brasil e também no Brasileirão. Com o nome de "Ordem CBF Brasil 3", ela é a mesma utilizada pelos clubes ingleses na Premier League, pelos italianos na Série A e pelos espanhois em La Liga e será pintada de amarelo e branco, com detalhes em azul nas linhas. O símbolo da fornecedora terá a cor verde.

Pato será 11 no Chelsea

O atacante Alexandre Pato vestirá a camisa 11 no Chelsea, mesmo número de um dos maiores ídolos da história do clube inglês: Drogba. Com essa camisa, o marfinense conquistou a Liga dos Campeões de 2011-2012.

Jamelli é o 22º treinador da história a estrear com derrota no Independente

Paulo Jamelli é o 22º treinador da história a estrear com derrota no Independente. O último havia sido Paulo César dos Santos em 2010. Naquela Segundona, o Galo, de PC, perdeu para o Velo Clube por 2 a 0, em Rio Claro.

Jamelli é também o segundo técnico com o pior desempenho em uma estreia no clube. Apenas Carlos Rossi o supera, com a goleada sofrida exatamente para o XV de Piracicaba por 6 a 0.

Foi a terceira vez na história que o Independente perdeu por 5 a 1. A primeira foi em 30/03/1975 para o Velo Clube, em Rio Claro e a segunda foi em 24/04/1994 para o Barretos, também fora de casa.

Amanhã, às 20h, o Independente recebe o Monte Azul, no Pradão, em busca da reabilitação. O adversário galista também perdeu na estreia, ao ser superado pelo Guarani, em casa, por 3 a 1.

O Independente tem um bom retrospecto contra o Monte Azul, vencendo os últimos três confrontos. Em 27/04/2005, pela Série A-3, o Galo venceu por 2 a 0 no Pradão, com dois gols de Jefferson. Dois anos depois, pela mesma divisão, o alvinegro fez 1 a 0 no Pradão, gol de Jonathan. Já na A-2 do ano passado, o Galo foi a Monte Azul e venceu por 2 a 1, com gols de Xandão e Johnathan.

Técnico Jamelli deve promover três alterações na equipe em relação a estreia. O lateral Matheus deve dar lugar ao estreante Bruno. Denner voltaria para a zaga na vaga de Murilo, enquanto Cláudio Ralo, que teve sua documentação regularizada na FPF, assume o lugar de Henrique.

Técnicos do Galo que estrearam com derrota:

1980 - Galdino Machado - Independente 0 x 1 Fernandópolis
1981 - Eugênio Bérgamo - XV Piracicaba 3 x 2 Independente
1983 - Oscar Amaro - Primavera 3 x 0 Independente
1986 - Walter Zaparolli - Palmeiras SJBV 2 x 0 Independente
1994 - Polozzi - Independente 0 x 3 União Barbarense
1994 - Ademir Chiarotti - União Barbarense 1 x 0 Independente
1995 - José Roberto Fernandes - Inter Bebedouro 1 x 0 Independente
1997 - Roberto Cruz - Batatais 1 x 0 Independente
1998 - Gilmar dos Santos - Barretos 2 x 1 Independente
2001 - Privatti - Jaboticabal 1 x 0 Independente
2003 - Ruddy Machado - Guaratinguetá 1 x 0 Independente
2003 - Everaldo Pierrotti - Independente 2 x 3 Ferroviária
2005 - Nei Júnior - Monte Azul 1 x 0 Independente
2006 - Marcos Bruno - Itararé 2 x 0 Independente
2007 - Carlos Rossi - XV Piracicaba 6 x 0 Independente
2008 - Nei Silva - Independente 3 x 4 Oeste Paulista
2008 - Marcelo Gomes - Independente 1 x 3 União Barbarense
2008 - Candinho Farias - Votoraty 1 x 0 Independente
2009 - Alexandre Winck - Paulínia 3 x 2 Independente
2010 - Marquinhos Costa - Independente 2 x 4 Rádium
2010 -  PC dos Santos - Velo Clube 2 x 0 Independente

Inter de Limeira só venceu uma vez em Matão na história

Depois de estrear com derrota no Campeonato Paulista da Série A-3 para o São José EC por 1 a 0, no Limeirão, a Internacional volta a campo amanhã para enfrentar a Matonense, às 16h, no Estádio Hudson Buck Ferreira, em Matão. O time da casa está motivado, pois venceu o São José FC por 2 a 1, no Vale do Paraíba.

Técnico Jorge Parraga espera contar com os laterais Maycon e Gustavo e com o centroavante Smith, que não puderam atuar no domingo em razão de problemas de documentação.

Em sete confrontos entre as duas equipes em Matão, a Internacional só conseguiu uma vitória. Em 19/04/2014, o Leão venceu por 2 a 1, gols de Brenner e Lê. Naquele ano a Inter, do técnico Pintado, foi a campeã da Série A-2.

Nos outros seis duelos, foram quatro vitórias do time da casa e dois empates. Na A-3 de 2014, a Inter perdeu em Matão por 2 a 1.

Confrontos em Matão

01/02/1998 - Matonense 2 x 1 Internacional
02/05/1999 - Matonense 4 x 3 Internacional
30/01/2000 - Matonense 2 x 0 Internacional
19/03/2000 - Matonense 1 x 1 Internacional
16/02/2002 - Matonense 1 x 1 Internacional
29/02/2004 - Matonense 0 x 2 Internacional
19/04/2014 - Matonense 2 x 1 Internacional

Independente não sofria cinco gols havia nove anos

Uma partida para ser esquecida. O Independente foi goleado sábado em Taubaté por 5 a 1, pela primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. Foi a primeira vez que o goleiro Marcelo Bonan sofreu cinco gols com a camisa do Galo em 57 jogos.

A última vez que o Independente sofreu cinco gols em uma mesma partida fora de casa foi em 07/02/2007, ou seja, há nove anos. Naquele dia, o Galo foi goleado pelo XV de Piracicaba, no Barão da Serra Negra, por 6 a 0, pela Série A-3. A torcida galista deixou o estádio mais cedo e esperou a delegação na porta do Pradão para protestar.

Nunca o Independente, de Álvaro Gaia, sofreu cinco gols. O atual treinador do Taubaté viu o Galo perder por 4 a 0 em três ocasiões: na final da Série A-3 de 2014 para o Novorizontino, no Pradão, diante do Botafogo, em Ribeirão Preto, pelas semifinais da Copa Paulista, em 16/11/2014 e frente ao Água Santa, na Rua Javari, em 07/03/2015, pela Série A-2.

Maiores goleadas sofridas pelo Independente:

19/02/2003 - Palmeiras B 8 x 0 Independente
07/02/2007 - XV de Piracicaba 6 x 0 Independente
21/04/2004 - Rio Claro 5 x 0 Independente
30/03/1975 - Velo Clube 5 x 1 Independente
24/04/1994 - Barretos 5 x 1 Independente
30/01/2016 - Taubaté 5 x 1 Independente
20/10/2002 - XV de Jaú 5 x 3 Independente
30/10/1977 - Francana 4 x 0 Independente
29/05/1983 - União Barbarense 4 x 0 Independente
03/06/1984 - Velo Clube 4 x 0 Independente
14/03/1993 - Sertãozinho 4 x 0 Independente
04/07/1993 - Independente 0 x 4 União Mogi
19/07/1987 - Ituano 4 x 0 Independente
13/09/1987 - Derac 4 x 0 Independente
19/03/1995 - Monte Azul 4 x 0 Independente
06/10/1996 - Garça 4 x 0 Independente
09/02/2002 - Jaboticabal 4 x 0 Independente
13/09/2006 - XV de Piracicaba 4 x 0 Independente
22/05/2009 - Independente 0 x 4 Velo Clube
01/02/2012 - Flamengo 4 x 0 Independente
17/05/2014 - Independente 0 x 4 Novorizontino
16/11/2014 - Botafogo 4 x 0 Independente
07/03/2015 - Água Santa 4 x 0 Independente

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Morre o grande Amauri, motorista do basquete de Limeira


PERDA - Morreu na madrugada de hoje o senhor José Amauri Ferreira, que há muitos anos trabalhava transportando os jogadores de basquete de Limeira, desde as crianças da base até os adultos da categoria principal.

Mais do que a função de motorista, Amauri cuidava de cada detalhe das viagens e de cada transportado com muito amor e zelo.

No facebook da Winner, a seguinte frase: "Registramos nossos sentimentos de tristeza com essa perda e pedimos a Deus que console a família nesse momento de dor. Deixamos aqui nossa homenagem ao nosso eterno amigo e parceiro".

Messi fora das Olimpíadas

FORA - O atacante Lionel Messi não vai disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Quem confirmou a informação foi o técnico da seleção argentina, Gerardo "Tata" Martino. Em entrevista à rádio "La Red", o comandante dos Hermanos afirmou que a decisão foi tomada ao calendário extenso de jogos da equipe em 2016. O campeonato masculino das Olimpíadas será disputado entre 4 e 20 de agosto.

Fui entrevistado hoje no Programa Fatos e Notícias da TV Jornal


Gostaria de agradecer demais aos apresentadores Luiz Biajoni e Virginia Valle que me entrevistaram hoje pela manhã no programa Fatos e Notícias da TV Jornal. Pude falar a respeito do livro que escrevi sobre a Winner/Limeira e um pouco dos meus 20 anos aqui na cidade como jornalista esportivo e narrador. Obrigado mesmo!

Barcos é do Sporting


CHEGOU - Atacante Hernán Barcos foi apresentado hoje como reforço do Sporting, líder do Campeonato Português de 2015/2016. O argentino de 31 anos deixou o Tianjin Teda da China em troca pelo colombiano Fredy Montero, que foi para a China.

Pela troca, os portugueses ainda receberam 5 milhões de euros. Ex-jogador de Palmeiras e Grêmio, Barcos disputará uma posição no ataque com o argelino Slimani.

São Paulo apresenta Calleri


São Paulo apresentou hoje o atacante argentino Calleri, de 22 anos, ex-Boca Juniors. O jogador viaja com o elenco para o jogo de quarta-feira, contra o Cesar Vallejo, no Peru, pela fase preliminar da Taça Libertadores. 

Calleri, que pertence ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, vem por empréstimo até o fim de junho. Depois disso, já tem acordo para se transferir para a Inter de Milão. Outro reforço que pode chegar é o atacante Kelvin, ex-Palmeiras.

Guardiola fecha com o City

FECHADO - Manchester City confirmou a chegada de Guardiola como seu novo técnico na próxima temporada. O clube inglês divulgou uma nota em que confirma a contratação do espanhol e a saída de Manuel Pellegrini. O contrato de Guardiola com o Manchester City terá validade de três anos.

Morre aos 21 anos o lateral Canavarros do XV de Piracicaba


QUE PENA - Faleceu hoje o lateral Canavarros, de apenas 21 anos. O jogador sofreu um mal-súbito na semana passada, enquanto treinava com o restante do elenco do XV de Piracicaba para o Paulistão. Com um edema cerebral, o ex-atleta de Santos e Grêmio, passou cinco dias em coma induzido na UTI do Emcor de Piracicaba. Porém, o lateral não resistiu e morreu nesta manhã.

Inter decepciona na estreia da A-3 e perde para o São José no Limeirão


O que a maioria dos leoninos temia, aconteceu. A Internacional estreou com derrota no Campeonato Paulista da Série A-3, competição que este ano levará os seis últimos colocados para a última divisão. Ontem no Limeirão, com muito calor, sol escaldante e pouca gente, o Leão foi surpreendido pelo São José e perdeu por 1 a 0.

A Inter até começou bem, mandando no jogo e criando boas oportunidades. Mas as melhores chances foram da Águia do Vale, que tinha apenas três jogadores no banco de reservas. Aos 12 com Douglas Santos e aos 21 com André Parente, foram duas finalizações de fora da área que tiraram tinta da trave de Diego. Até aos 23, numa falha do volante Giba, o meia Douglas Santos experimentou da meia-direita e mandou cruzado, no canto de Diego: 1 a 0.

A Inter sentiu o gol e melhorou apenas com a entrada de João Marcos no segundo tempo. O reserva incendiou o jogo. Aos 18, avançou em direção à area, mas parou na boa saída do goleiro Rafael.


O arqueiro joseense ainda evitou o gol de Zé Matheus na pequena área aos 26 e de Vinícius Pedalada em cobrança de falta, aos 31. A Inter teve também um gol anulado com Matheus Mima, que estava impedido.

A derrota poderia ter sido ainda maior. Aos 34, após falta cobrada por Ricardo, o meia Leonardo, sozinho na pequena área, cabeceou para fora. Já aos 44, o mesmo Leonardo tentou de bicicleta na pequena área e levou perigo.

Foi a sétima estreia da Inter na A-3 e agora o retrospecto é de uma vitória (2012), dois empates (2011 e 2015) e quatro derrotas (2009, 2013, 2014 e 2016).


A Inter volta a jogar na quarta-feira, às 16h, em Matão, diante da Matonense. Os laterais Gustavo e Maycon e o atacante Smith podem ser as novidades.

Ficha Técnica

Inter 0 x 1 São José

 
Gol - Douglas Santos aos 23 minutos do 1º tempo (SJ)
Local - Limeirão
Árbitro - Cássio Luís Zancopé
Auxiliares - Marcelo Rodrigo da Silva e Ademilson Cipriano Froes
Público e renda - não divulgados
Internacional - Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva, Diego Gaúcho e Vitor Carvalho; Robério, Rodolfo (Cesinha), Giba (João Marcos) e Zé Matheus; Frizzi (Matheus Mima) e Mike. Técnico - Jorge Parraga.
São José - Rafael; Ítalo, Radson, Yan e Douglas; Maurício, Ricardo, Jefferson (Emerson) e Douglas Santos (Alan); André Parente e Leonardo. Técnico - Wladimir Pereira.
Ocorrências - cartões amarelos para Vinícius Pedalada e Diego Gaúcho (IN); Rafael, Yan e Douglas (SJ).

Fotos - JB Anthero (Gazeta de Limeira)

Independente goleado em Taubaté



*** Por Roberto Lucato

Uma tarde para se esquecer ou para alertar? Seja como for, o fato é que o Independente começou de forma desastrosa sua participação no Campeonato Paulista da Série A-2, jogando na tarde de sábado em Taubaté.

Com a cidade ainda em festa pelo recente acesso do Burro da Central, tudo parecia contribuir para a fraca exibição do elenco galista, incluindo estar frente a frente com seu ex-treinador, Álvaro Gaia.

Nos primeiros dez minutos a impressão é que o jogo seria equilibrado, pois o alvinegro exercia forte marcação no campo de ataque, apesar do forte calor. Ledo engano. Aos poucos, sob o comando de Danilo Sacramento, a equipe do Vale do Paraíba impôs qualidade ao toque de bola, acionando com frequência os atacantes Joãozinho e Bruno Aquino, na maior parte do tempo pelo setor direito do ataque.

O Galo mal conseguia alimentar Americano, sua melhor referência ofensiva, e debaixo de muita pressão levaria o primeiro gol aos 37 minutos. Depois de um balão mandado da meia cancha para a grande área, André Pastor perdeu o tempo da bola e Aquino apenas dominou para mandar uma bomba.

A porteira estava aberta, porém, aos 42 minutos, na primeira jogada construída com eficiência, Ricardo Oliveira chegou até a linha de fundo e deu passe açucarado para Americano, sozinho. O artilheiro, com calma, apenas deu um tapa para empatar. Um gol achado, mas importante naquele momento.

Abalados técnica e emocionalmente, os galistas ficaram mal posicionados durante todo o primeiro tempo, demonstrando muita fragilidade defensiva.

A expectativa girava em torno de correções na segunda etapa, e isso quase aconteceu, por culpa do relógio. Logo aos seis minutos, Djalma recebeu em posição duvidosa e carregou até a grande área para servir Aquino, que se apresentou para empurrar contra Marcelo Bonan e fazer 2 a 1.

A nova adversidade foi uma ducha gelada e o técnico Jamelli tentou recompor seu meio de campo promovendo as entradas simultâneas de Guilherme Turim e Fabiano, sem qualquer efeito.

Com a zaga ainda exposta, o Taubaté se aproveitou para fazer o que queria, no caso, o terceiro. Jorge Mauá recebeu livre depois de troca de passes, invadiu a área, cortou Murilo e bateu cruzado.

O bombardeio continuava. Aos 25 minutos, Joãozinho cobrou falta na trave e aos 38 aconteceria o quarto. Jorge Mauá se aproximou da área e, marcado a distância, experimentou e conseguiu bater forte, por baixo de Bonan.

O Independente estava entregue e apenas assistiu o fechamento da goleada. Joãozinho tabelou com Jorge Mauá e apareceu na frente de Bonan para fechar a goleada.

Um placar elástico, mas merecido. O Galo terá que se recompor, aprender com seus erros e se preparar para voltar a campo, agora diante de sua torcida na próxima quarta-feira, diante do Monte Azul, às 20h, no Pradão.

Ficha Técnica


Taubaté 5 x 1 Independente


Gols - Bruno Aquino aos 37 do 1º tempo e aos 6 do 2º tempo; Jorge Mauá aos 22 e aos 38 e Joãozinho aos 43 do 2º tempo (TA); Americano aos 41 do 1º tempo (IN)
Local - Estádio Joaquim de Moraes Filho, em Taubaté
Árbitro - Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares - Ricardo Pavanelli Lanutto e Samuel Augusto Vieira Paião
Público - 2.376 pagantes
Renda - R$ 23.260,00
Taubaté - Eder; Carlinhos, Léo, Thiago Gomes e Andrezinho (Caíque); Rai, Rodrigo Soares, Djalma e Danilo Sacramento (Makanake); Bruno Aquino (Jorge Mauá) e Joãozinho. Técnico - Álvaro Gaia.
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Murilo, André Pastor e Matheus; Walker, Jordy Guerreiro (Pedro Navas) e Henrique (Fabiano); Ricardo Oliveira, Americano e Eric Mamer (Guilherme Turim). Técnico - Paulo Jamelli.
Ocorrências - cartões amarelos para Walker (IN) e Caique (TA)

domingo, 31 de janeiro de 2016

Campeonato Paulista da Série A-1

1ª Rodada:
Água Santa 1 x 0 Ferroviária
Santos 1 x 1 São Bernardo
São Bento 1 x 1 Ituano
Oeste 3 x 1 Ponte Preta
Red Bull 1 x 1 São Paulo
Rio Claro 2 x 2 Capivariano
Mogi Mirim 1 x 2 Audax
Corinthians 1 x 0 XV de Piracicaba
Botafogo 0 x 2 Palmeiras
Linense 2 x 2 Novorizontino

Próxima rodada:
2/2 - 19h - São Bernardo x Oeste
3/2 - 17h - XV de Piracicaba x Rio Claro
3/2 - 19h30 - Ituano x Linense
3/2 - 19h30 - Capivariano x Red Bull
3/2 - 21h45 - Ponte Preta x Santos
4/2 - 18h30 - Ferroviária x Mogi Mirim
4/2 - 19h30 - Novorizontino x Botafogo
4/2 - 19h30 - Audax x Corinthians
4/2 - 21h - Palmeiras x São Bento
6/2 - 17h - São Paulo x Água Santa

Classificação:

Grupo A:

1 Oeste 3
2 Linense 1
3 São Bento 1
4 Santos 1
5 Botafogo 0

Grupo B:
1 Palmeiras 3
2 Novorizontino 1
3 Ituano 1
4 São Bernardo 1
5 Ponte Preta 0

Grupo C:
1 Osasco Audax 3
2 Capivariano 1
3 São Paulo 1
4 XV de Piracicaba 0
5 Ferroviária 0

Grupo D:
1 Água Santa 3
2 Corinthians 3
3 Rio Claro 1
4 Red Bull 1
5 Mogi Mirim 0

Campeonato Paulista da Série A-3

1ª Rodada:
Rio Preto 0 x 1 Catanduvense
Noroeste 2 x 2 Grêmio Osasco
Fernandópolis 0 x 2 Atibaia
São Carlos 4 x 0 Guaratinguetá
Itapirense 0 x 2 Nacional
Flamengo 1 x 0 Comercial
Internacional 0 x 1 São José
São José FC 1 x 2 Matonense
Grêmio Barueri 0 x 3 Primavera
Olímpia 0 x 3 Sertãozinho

Próxima rodada:
2/2 - 19h - Grêmio Osasco x Fernandópolis
3/2 - 10h - Guaratinguetá x Flamengo
3/2 - 16h - Matonense x Internacional
3/2 - 16h - Primavera x São José FC
3/2 - 16h - Atibaia x Olímpia
3/2 - 16h - Nacional x Noroeste
3/2 - 20h - Comercial x São Carlos
3/2 - 20h - São José x Grêmio Barueri
3/2 - 20h - Catanduvense x Itapirense
3/2 - 20h - Sertãozinho x Rio Preto

Classificação:

1 São Carlos 3
2 Primavera 3
3 Sertãozinho 3
4 Atibaia 3
5 Nacional 3
6 Matonense 3
7 São José 3
8 Flamengo 3

9 Catanduvense 3
10 Noroeste 1
11 Grêmio Osasco 1
12 São José FC 0
13 Internacional 0
14 Comercial 0
15 Rio Preto 0
16 Itapirense 0
17 Fernandópolis 0
18 Grêmio Barueri 0
19 Olímpia 0
20 Guaratinguetá 0